segunda-feira, julho 10, 2006

Passeando por Lisboa...

De uma janela no Chiado, espreito a cidade que preguiça e se alonga sobre as colinas...




Descendo a Rua do Carmo, vejo uma loja com um nome no mínimo curioso e sugestivo...




Rua abaixo, depois pela Rua Primeiro de Dezembro...
Há sempre um céu aberto se olharmos para cima...




Uma espreitadela ao Rossio, com os seus céus baixos de nuvens lindas e enfunadas como velas...




Sempre o céu benfazejo acompanhando os nossos passos, alegrando com o seu espaço imenso os nossos momentos, os nossos passos... enchendo o nosso olhar tão livre...




Subindo a Avenida da Liberdade, admirando o ouro líquido que se desprende das árvores iluminadas pelo sol radioso... dele recebendo toda a generosa energia...





As flores vermelhas alegram-se de SER e dão-nos com pujança toda a dimensão da sua existência colorida e flamejante...




Uma cidade pode ser tão especial, como uma mulher, como uma vaga, como uma estrela ou uma gaivota... Voando, pairando, ou como o mar, simplesmente respirando...

Andando pela cidade, calmamente absorvendo toda a beleza, respirando também ao mesmo ritmo de vagas serenas, sinto com agudeza toda a vitalidade humana desta grande capital, e ao mesmo tempo os pequenos detalhes, que só quem ama vê.

Isabel

Lisboa - 10 de Julho de 2006

(fotos de Isabel tiradas em Lisboa em Maio e Junho de 2006)

14 Comments:

At segunda-feira, 10 de julho de 2006 às 23:37:00 WEST, Blogger umacoisaemformade_assim said...

Lisboa é feminina. É um texto bem escrito, uma ode bem cantada.
Lisboa tem um azul como mais nenhuma cidade tem. Sabe-o que já saboreou a vista do Castelo, a entrada de barco no Cais das Colunas, ou o fim-de-tarde nas Portas do Sol.
Obrigado por mo teres lembrado. Tenho tantas saudades, que doi...

 
At terça-feira, 11 de julho de 2006 às 00:07:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Porque tens saudades? Estás longe? Se assim for, um xi coração!

Isabel

 
At terça-feira, 11 de julho de 2006 às 00:24:00 WEST, Blogger MiaHari said...

Vê e canta nossa cidade
Quem Ama
Vê e canta nossa cidade
Porque Encanta!

Lindo post querida Amiga.
Beijinho.

 
At terça-feira, 11 de julho de 2006 às 13:11:00 WEST, Blogger Liliana said...

As cidades têm histórias, passado impresso nas suas paredes, recantos, passeios e uma longa e vasta memória de todos nós.
Assim como nós transportamos e temos, a cidade que vivemos, no peito a transbordar...
Abraços e boa semana para vocês.

 
At quarta-feira, 12 de julho de 2006 às 23:08:00 WEST, Blogger Era uma vez um Girassol said...

Que passeio lindo por Lisboa!
Não é só cimento...
Depende dos olhos de quem a vê!
E os seus vêm toda a beleza da cidade.
Bonitas fotos!
Obrigada!
Bjs

 
At quinta-feira, 13 de julho de 2006 às 20:49:00 WEST, Blogger umacoisaemformade_assim said...

Estou suficientemente longe para ter saudades... :-)
Lembro-me de acordar com o "canto" das gaivotas junto ao Tejo. Esse é um prazer vedado a quem vive a 400Km de distância.
:-)

 
At quinta-feira, 13 de julho de 2006 às 21:43:00 WEST, Blogger riscos said...

Quanta simplicidade e beleza nestas palavras tão bem ilustradas...

 
At sexta-feira, 14 de julho de 2006 às 17:13:00 WEST, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

Que bom andar pelas ruas de Lisboa, sem pressa e sem compromissos... Que bom rever as esquinas; as janelas; as passagens, entre vielas, escadas e ondulações de ruas estreitas, em meio a prédios e residências que perfumam o ar com aroma peculiar das cozinhas que preparam as refeições... Saía de casa no Bairro da Graça e descia sempre rumando em busca de outros caminhos, novas descobertas... Por vezes o cheirinho da comida era tão bom, que sentia vontade de parar e saborear...
Lisboa e Portugal de modo geral, me propicia o prazer e o conforto de me fazer sentir como se eu estivesse sempre em minha própria casa...

Obrigada pelas imagens e pelo passeio!!!

Um bom final de semana!!!
Beijinhos,

Cris

 
At segunda-feira, 17 de julho de 2006 às 14:18:00 WEST, Blogger Alexandra said...

Não sabia de quem era este blog... até que cá vim parar através das palavras de José António deixadas no meu espaço.

Isabel, a minha querida LISBOA!!!! Obrigado por ter olhado e captado estas belas imagens!

Um beijo

Alexandra

 
At sexta-feira, 21 de julho de 2006 às 20:28:00 WEST, Blogger Meia Lua said...

Eu viví no Chiado durante dois anos... um prazer. Na rua Serpa Pinto... Todas as suas ruas sejam no verão ou inverno cheias de gente... o charme encantador de Lisboa no seu melhor. As fotos trouxeram nostalgia... que saudades!!!
beijinho

 
At sábado, 22 de julho de 2006 às 18:58:00 WEST, Blogger DE PROPOSITO said...

Vi a janela e fui espreitar. Olhei em redor e gostei das coisas que vi.
Fica bem.
Manuel

 
At quarta-feira, 18 de outubro de 2006 às 22:32:00 WEST, Blogger Desambientado said...

Tão longínquo está este post, mas continua tudo tão belo...

 
At quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007 às 18:36:00 WET, Blogger A. João Soares said...

Lindo trabalho. Um poema épico a Lisboa!!! Boas imagens e legendas muito expressivas. Para fazer isto não basta ter uma boa máquina. Parabéns.
Precisamos de valorizar o que há de bom cá dentro.
Um abraço
A. João Soares

 
At quarta-feira, 28 de janeiro de 2009 às 16:54:00 WET, Blogger Chica said...

Olhar para a cidade com amor faz toda a diferença...Lindo! um abraço,chica

 

Enviar um comentário

<< Home