domingo, maio 27, 2007

Homenagem a uma Senhora especial!





E perguntar-me-ão:


- O que torna essa Senhora especial?


- É minha Mãe.


- Todos temos Mães. Todas as Mães são especiais.


_ Claro, mas esta Mãe é também poetisa. E continua a sê-lo aos 84 anos e depois de uma vida difícil! E continua a parecer-se cada vez mais com um Pássaro livre prestes a voar... E cada vez mais com a Saudade do Futuro, no seu olhar sempre terno, mesmo que quando alheado do que a rodeia... Se outra justificação não houver, dou a do seu sorriso...



Poema de minha Mãe, hoje, dia 27 de Maio de 2007:



Estrada sem fim...

Campos e montes,

Nuvens sobre mim...


Não sei quem sou,

Não sei de onde vim...

Só Deus me conhece,

Alguém que não esquece

E que muito amou!


Maria Carmo



(Foto - Pintura de Roerich)




33 Comments:

At segunda-feira, 28 de maio de 2007 às 23:31:00 WEST, Blogger Pirata das Berlengas said...

Que felicidade ter uma Mãe que ainda escreve Poesia com 84 anos de vida! Parabéns!

Até os Piratas têm Mãe e apreciam as Mães que o são.

Abraço d' O Pirata

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 00:35:00 WEST, Blogger serenidade said...

Linda a sua Mãe, Isabel, um olhar muito doce, muito terno, muito vivaz para uma senhora de 84 anos que tive o prazer de conhecer. Uma belíssima homenagem. Um filha igualmente linda. Uma poetisa a sua mãe, que vive com a certeza da sua passagem por cá e que ainda muito tem a percorrer, seja lá de que forma for, seja lá como for. Os seus frutos (o), os seu rebentos (o) muito bem alimentados, com o alimento mais importante de todos, O AMOR.

Para a poetisa linda, que é a Maria do Carmo, muitas felicidades, e que o seu olhar terno permaneça eternamente.

O seu sorriso, vale esta homenagem, mas também a sua força para viver, a sua forma de ser, o seu olhar, o ter chegado aqui, ao momento presente e o ter saudade do que virá:)


Serenos sorrisos

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 00:42:00 WEST, Blogger Chama Violeta said...

Olá Isabel...Cá estou eu! Temos algo em comum: mães poetisas. A minha também escreve e têm até livro editado.
Meus parabéns para sua mãe,que DEUS esteja com ela em cada dia, em cada palavra transcrita para o papél!
Beijos de luz!!!

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 00:43:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Querida Serenidade,

Muito obrigada pela pronta passagem e mais uma vez PARABÉNS pelo nascimento do menino!

Muitos beijos cheios de Sol!

Isabel

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 00:44:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Caro Pirata, Espero que não se importe que tenha cumprimentado primeiro uma Amiga especial. Você certamente é um Pirata habituado à rudeza do mar e das intempéries, não há-de ficar triste por ser o segundo.

Mas deixo desde já aqui um agradecimento pela sua passagem, que muito me alegrou.

Isabel

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 00:46:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Querida Chama Violeta,

Muito obrigada por ter conseguido vir tão depressa! É verdadeiramente digna do nome "Chama Violeta"!

Então parabéns pela sua Mamã também e que ambas consigam ter Vidas plenas, felizes e cheias de significado.

Continue o seu bom trabalho de divulgação das verdades espirituais!

Isabel

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 02:30:00 WEST, Blogger maria carvalhosa said...

Queridos amigos,

Obrigada por me terem trazido ao vosso observatório. Era uma falha imperdoável da minha parte, que acabei de reparar, e da melhor forma: com a leitura da "Homenagem a uma Senhora especial". Têm razão: há muitas semelhanças com o post que publiquei tendo por fulcro um soneto da minha tia e, ainda que fosse só por isso, já teria valido a pena vir aqui.

Mas não foi. Este vosso blogue tem muito mais para dar, que eu vou explorar com calma e muito carinho.

Obrigada Isabel e José António.
Beijos para ambos.

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 02:39:00 WEST, Blogger mafalda said...

Acabei de vos descobrir, e ao vosso vasto grupo de blogues, a propósito das vossa visitas à Maria Carvalhosa. Gostei de ter vindo. Vou voltar, não só a este, onde há muito que ler, pensar e sentir, mas também aos outros, um dos quais, a Poesia Viva, que me parece carecer de tempo para ser devidamente apreciada, devido ao seu tempo de existência e à qualidade dos conteúdos ali publicados.

Deixo aqui o convite para me visitarem no recém-criado "Vento Agreste".

Beijos e até breve.

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 11:05:00 WEST, Blogger Liliana said...

Olá.

Ser assim, é Ser poesia.
Escrever, além das idades.
Fazer versos,de cada dia,
E encher-nos de saudades.

Bjs

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 12:36:00 WEST, Blogger oceanus said...

É uma verdadeira ternura prestar homenagem a uma mãe. Parabéns pelo post, é lindo.
Mas como tenho o privilegio de a conhecer pessoalmente, aqui deixo estas palavras que são a sua imagem, os seus ensinamentos, o seu olhar para com todos, com muito amor:

"O amor é paciente,
o amor é prestável,
não é invejoso,
não é arrogante
nem orgulhoso,
nada faz de inconveniente,
não procura o seu próprio interesse,
não se irrita nem guarda ressentimento.
Não se alegra com a injustiça,
mas rejubila com a verdade.
Tudo desculpa,
tudo crê,
tudo espera,
tudo suporta.
O amor jamais passará."

cântico do amor - 1Co 13,4-8

Com mil beijinhos
do fundo do Oceanus

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 12:56:00 WEST, Blogger Margri said...

Quando se tem alma de poeta, é-se sempre livre como um pássaro (e a idade pouco conta).

Bela homenagem à tua Mãe!
E excelente poema o dela: sintético e profundo ("Não sei quem sou...alguém... que muito amou!").

Beijinhos.

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 17:33:00 WEST, Blogger bom dia isabel said...

Minha Querida Isabel!

Num momento em que tudo me dói, num momento em que começo a questionar se vale ou não vale a pena viver, ter oportunidade de ler um post como este e um poema feito por uma mãe de 84 anos é como que receber seiva viva, para continuar a caminhar, neste mundo onde às vezes, estamos tão mal psicologicamente,que nada conseguimos apreciar.
Faltam-me as palavras apropriadas, mas creia que foi com muito gosto que por aqui passei. Para a sua mãe deixo um beijo, um abraço e o desejo de que continue a proporcionar por muito tempo bonitos e doces momentos como este.
Para si, um enorme beijo

 
At terça-feira, 29 de maio de 2007 às 21:51:00 WEST, Blogger MiaHari said...

Minha amiga, apenas hoje, 29, pude chegar a este cantinho maravilhoso!

Mas cheguei... para ficar feliz e comovida!
Beijo a sua mãe!

Bem Haja, xi-coração.

 
At quarta-feira, 30 de maio de 2007 às 01:07:00 WEST, Blogger bettips said...

Lindas almas esvoaçam por aqui. Um abraço a essa senhora tão querida e a uma filha cheia de força de viver! Obg pelas palavras amigas. Bjs

 
At quarta-feira, 30 de maio de 2007 às 22:30:00 WEST, Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Querida Isabel,

Uma homenagem sentida, luminosa e cheia de ternura.

Um sorriso bonito e um sentir leve de alguém que aos 84 anos diz:
"Só Deus me conhece,
E que muito amou!"

Para as duas, deixo um mar de rosas.

 
At sexta-feira, 8 de junho de 2007 às 05:19:00 WEST, Blogger Hanah said...

"..Não sei quem sou,
Não sei de onde vim...
Só Deus me conhece..."

Maravilha !!!!

Linda homenagem a pintura é de divina sabedoria ...


Abraços sentidos ás duas

 
At domingo, 10 de junho de 2007 às 19:44:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Querida Maria Carvalhosa,

Muito obrigada pela sua passagem neste nosso cantinho e fiquei muito comovida com as suas palavras sobre a minha Mãe e a sua Tia. Que exemplos para seguir! É por isso que eu cada vez mais acho que a verdadeira transformação surge dentro de nós, muitas vezes incentivada pelo exemplo vivo dos que admiramos.

Um abraço,

Isabel

 
At domingo, 10 de junho de 2007 às 19:45:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Querida Mafalda,

Já estive a ler alguns dos seus posts no Vento Agreste e gostei imenso, quer da sua maneira de escrever quer das fotos lindas e inspiradoras.

Lá passarei com mais tempo para deixar um comentário, só o José António é que já teve tempo de o fazer.

Um abraço, Isabel

 
At domingo, 10 de junho de 2007 às 19:47:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Querida Liliana,

Muito obrigada pela linda poesia que aqui deixou!

Também o seu último post, sobre a Saudade, está muito inspirador e tocante!

Gosto imenso de visitar a sua Cidade do Esquecimento...

Um abraço,

Isabel

 
At domingo, 10 de junho de 2007 às 19:48:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Caros "Oceanus"!

Cada vez mais gosto de visitar o vosso blogue, está tão inspirador!

Muito obrigada pelo comentário tão belo que deixaram. O texto de que citam conheço-o apenas em inglês, dum hino religioso... É muito belo e verdadeiro!

Um abraço,

Isabel

 
At domingo, 10 de junho de 2007 às 19:58:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Querida Margri,

Muito obrigada pelo simpático comentário! Beijinhos e até breve,

Isabel

 
At domingo, 10 de junho de 2007 às 19:59:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Cara Bom Dia Isabel,

Muito obrigada pela sua visita a este nosso espaço!

Beijinhos,

Isabel

 
At domingo, 10 de junho de 2007 às 19:59:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Olá querida Miahari,

Muito obrigada pelo seu comentário. Beijinhos grandes e boa sorte!

Isabel

 
At domingo, 10 de junho de 2007 às 20:00:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Cara Betips,

Muito obrigada pels sua visita! Um grande abraço e até breve,

Isabel

 
At domingo, 10 de junho de 2007 às 20:01:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Querida Rosa Dourada,

É realmente maravilhoso chegar a uma idade avançada e não só não se ter desiludido com a vida (apesar do sofrimento) mas também conseguir espelhar ainda beleza e inspiração à sua volta.

Um abraço,

Isabel

 
At domingo, 10 de junho de 2007 às 20:02:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Querida Hannah,

Há um tempo que não a "via" - embora virtualmente...

Muito obrigada por ter passado cá um beijinho e até breve,

Isabel

 
At sábado, 16 de junho de 2007 às 15:59:00 WEST, Blogger Aprendiz de Viajante said...

As palavras poticas da tua mãe emocionaram-me, fizeram-me lembrar o meu pai que tanto escreveu durante a sua vida. É que um poeta não é uma pessoa comum, é alguém muito especial, com uma sensibilidade rara... por isso tu também és especial.

Um bjo

 
At quinta-feira, 28 de junho de 2007 às 12:01:00 WEST, Blogger Joana Dalila Santos said...

Quem tem uma mãe, tem tudo. Eu tenho tudo=)

 
At domingo, 15 de julho de 2007 às 23:22:00 WEST, Blogger Isabel José António said...

Cara Joana Dalila,

Muito obrigada por ter vindo visitar-nos!

Um abraço,

Isabel

 
At quarta-feira, 21 de novembro de 2007 às 14:36:00 WET, Blogger Hanah said...

Amigos,

Deixe-lhes abraços, flores e estrelas lá no sobretudo....


bjin

 
At sábado, 15 de dezembro de 2007 às 20:25:00 WET, Blogger david santos said...

Passei para desejar-lhe um bom final de 2007 e um bom ano de 2008.

 
At sexta-feira, 28 de março de 2008 às 20:45:00 WET, Blogger barb michelen said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At terça-feira, 27 de janeiro de 2009 às 10:41:00 WET, Blogger Chica said...

Parabéns à tua mãe que ainda, com 84 anos está assim ativa e bem centrada! Lindo! Um beijo à ela e tudo de bom! Que continue sempre, por muito tempo mais assim! Um abração pra vocês também,Chica e obrigado pela indicação desse texto

 

Enviar um comentário

<< Home